sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ao querido Walter Alfaiate

"E mais uma voz se cala
E tudo se prova perecível
Indizível pensar na falta
Mesmo sabendo que viver é possível."


Adeus voz aveludada, timbre ímpar! Um sambista tem que ter talento e caprichar na indumentária!

Um comentário:

Arte com Personalidade disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras.
Sinto muito por mais uma voz que se cala...
É nossa arte perdendo um pouco a personalidade...
Abraços e és sempre bem vindo em minha web-casa!